Blog da Brasilmaxi

CROSS-DOCKING PARA DISTRIBUIÇÃO: Entenda vantagens e premissas para que se tenha ganhos financeiros e operacionais

CROSS-DOCKING PARA DISTRIBUIÇÃO:

Entenda vantagens e premissas para que se tenha ganhos financeiros e operacionais

A redução de custos logísticos, bem como a melhoria do nível de serviço, são componentes elementares para a sustentabilidade das empresas e fatores decisivos para a tomada de decisão exercendo influência relevante na competitividade, na participação de mercado e nos resultados econômicos e financeiros do negócio.

Não se fala em outro tema no momento atual e isso é muito bom e importante. Sua empresa precisa economizar racionalizando e imprimindo rotinas mais inteligentes para sua operação logística. No quesito economia e melhora do nível de serviço à operação de Cross-docking pode ser uma ótima opção.

Quais a vantagens com o Cross-docking:

  • Redução de custos com armazenagem (oportunidade do capital que pode estar investido em outra área);
  • Redução de Tempo (talvez a maior de todas as vantagens).
  • Acaba com os custos indiretos do estoque: seguros, perdas e outros riscos associados;
  • Reduz custo de manuseio;
  • Permite consolidação eficiente de produtos;
  • Reduz danos aos produtos por causa do menor manuseio;
  • Menor tempo de espera e custos;
  • Dá suporte às estratégias de Just-In-Time;
  • Entregas em ritmos mais frequentes em clientes com pedidos menores;
  • Aumento do nível de serviço aos clientes;
  • Melhora no giro de vendas por conta de lead time menor;
  • Otimiza as atividades de transportes melhorando a ocupação dos veículos.

O QUE É CROSS-DOCKING

Diferente do que acontece em uma tradicional instalação de centro de distribuição aonde os produtos vão à estocagem sendo devidamente endereçado no armazém, o sistema Cross-docking realiza a transferência de um veículo para outro sem que se passe obrigatoriamente por armazenagem. Sinteticamente trata-se de um atravessamento de docas. O produto passa por um “backstage” e logo vai para a entrega.

Quem opera com Cross-docking recebem carretas FLT – Full Truckload (caminhão cheio, completos), podendo ser de diversos fornecedores (ou não) e, realizam o processo de separação dos pedidos através da movimentação e combinação das cargas transferindo-as da área de recebimento para a área de expedição carregando em veículos menores para a entrega.

COMO IMPLANTÁ-LO:

Não há dúvidas que o Cross-docking pode ser um equalizador dos custos, uma vez que os estoques podem ser responsáveis por um a dois terços dos custos logísticos, mas para que o Cross-docking seja bem sucedido e consiga bons resultados, gestão, rapidez, controle e envolvimento dos diversos membros da cadeia são práticas essenciais.

Em suma, o fluxo de informação e trabalho em equipe, tanto um como outro devem ser contínuos e aperfeiçoados sempre com auxílio das tecnologias existentes e acréscimo das boas práticas de mercado.

Não há eficiência logística sem informações, controle dos custos e desempenho. Para que se tenha sucesso na implantação do Cross-docking é crucial coordenar e sincronizar esforços e ações de toda a cadeia de suprimentos.

Deve-se ter em mente os cinco principais desafios:

  1. Sincronia entre fornecedores e demanda (ponto de maior análise);
  2. Diálogo contínuo, claro, rápido e funcional entre fornecedores, clientes e operador logístico;
  3. Adequação das dependências do CD para realização simultânea da operação de Cross-docking;
  4. Determinar e operacionalizar procedimentos padrões para realização;
  5. Tecnologia da informação e controle (ERP, TMS, KPI, EDI, ECR e etc.) para medir, acompanhar, definir e mudar a rota se necessário.

Diante da necessidade vital de reduzir os custos operacionais, o Cross-docking é um conceito de operação logística ideal para quem precisa melhorar em pelo menos cinco pontos (entre todos que já citamos):

  1. Maximizar os níveis de serviço;
  2. Acelerar o fluxo e reduzir o tempo até a entrega final;
  3. Acabar com armazenagem;
  4. Evitar o manuseio “desnecessário” dos produtos;
  5. Reduzir os custos logísticos.

Não é possível remar contra a corrente. O atual cenário dos negócios exige operações logísticas mais rápidas e de menor custo. O Cross-docking é um conceito de operação logística vantajosa. Ele acelera o fluxo de mercadorias, reduz os custos de suas entregas, e dispensa armazenagem.

Se ainda houver dúvidas, entre em contato conosco. Teremos o prazer de ir até você e lhe apresentar o sistema e como este poderá melhorar os custos de sua operação.

Até a próxima!

Brasilmaxi!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.