Blog da Brasilmaxi

Estocagem não é o mesmo que armazenagem. Saiba qual a diferença e importância da política de estoques

Confundir os termos armazenagem e estocagem não é nada incomum, são conceitos bem parecidos, mas com significados distintos na logística. Leia o artigo na íntegra para saber a diferença e a importância de uma política de estoques estruturada.

Em nossos últimos artigos falamos bastantes sobre os processos de armazenagem e sua importância para a cadeia logística, desde a aquisição da matéria prima até a entrega final. Não deixem de conferir as últimas postagens!

Para fechar com chave de ouro esse ciclo, faz-se necessário falar sobre o processo de estocagem ou política de estoques, que, apesar de ser diferente da armazenagem, carrega muitas semelhanças, o que faz com que até os mais experientes profissionais de logística fiquem em dúvidas…

Comumente quando tentam explicar a diferença de uma para o outra, dizem que estocagem está ligada diretamente a guarda de matérias primas e armazenagem a guarda de produtos acabados. Mas não é bem assim. Vamos conhecer as diferenças…

 

DIFERENÇAS DE ARMAZENAGEM E ESTOCAGEM

Para simplificar o entendimento dos dois conceitos, visto que os dois têm grandes semelhanças, vale dizer que:

A armazenagem está relacionada à guarda dos muitos estoques de uma empresa, tende a necessidade de estrutura física pertinente, tal como — depósito/armazém físico, estrutura porta pallets ou prateleiras, empilhadeiras, carrinhos, ativos para emissão de documentação fiscal e etc.

Já a estocagem está intimamente ligada às atividades do fluxo de materiais no armazém e o ponto destinado à locação estática dos materiais, logo em um armazém pode haver diversos pontos de estocagem. A estocagem tem relação direta com fluxo de caixa, estratégias de vendas, marketing e fornecedores.

Em síntese a estocagem é uma atividade da armazenagem e, pode ser de matérias primas ou produtos acabados e a armazenagem o acondicionamento de todos os estoques.

 

COMO CONSTRUIR UMA POLÍTICA DE ESTOQUES

A decisão sobre a politica de estoque deve ser bem discutida com o financeiro, vendas, marketing, manufatura, aquisições, logística e qualquer outro setor corresponsável.

A politica de estoques tem grande importância para o fluxo de materiais, garantido o bom atendimento ao cliente final sem que haja desperdícios e estoques excedentes ao longo do processo.

Em suma, políticas eficientes de estoques visam manter o nível de serviço adequado aos clientes e é esse o trade off básico da gestão de estoques.

Planejar é essencial para uma política de estoque eficiente. Assim a empresa deve definir:

  • Qual a relação de demanda dos itens estocados (estoque x produção x vendas);
  • Quais mercadorias vendem mais? Quais SKU’s em estoque são mais lucrativos pautado na estratégia de posicionamento de mercado;
  • Qual o mix ideal de produtos em estoques;
  • Bem como conhecer o custo de capital imobilizado.

Essas são necessidades para implantação de políticas de estoques, porém a administração dos custos e gerenciamento do estoque deve ser uma busca incessante por parte da gestão.

Defina uma política sustentável de estoque.

Até a próxima!

Brasilmaxi!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.